Sobrevivência em relação a Parapsicologia e outras ciências

Parapsicologia e outras Ciências

Tudo o que a Espécie Humana realizou, ao longo dos séculos e milênios da História da Humanidade sobre o planeta Terra, teve e tem como objetivo maior, buscar garantir a SOBREVIVÊNCIA das pessoas, dos grupos sociais e da própria Espécie Humana.
Por isso, pode-se afirmar sem medo de errar que, “todas as Descobertas Científicas, bem como os inventos delas decorrentes, sempre tiveram em mira a Garantia de Sobrevivência do Indivíduo, do grupo e da própria Espécie”.
Os estudos científicos do SISTEMA GRISA constatam e comprovam que “os fenômenos Paranormais tendem a manifestar-se sempre que a pessoa ou um grupo de pessoas vivenciam uma forte ameaça à sua sobrevivência, desencadeando fortes emoções”.
Diante dessa constatação, o SISTEMA GRISA fundamenta todos seus estudos na relação Ser Humano e sua Sobrevivência, como Indivíduo, ser Único, Espécie e integração a biodiversidade; Sobrevivência sempre dentro de um determinado Espaço e efetivada o longo do Tempo. Dito de outra forma: “A Espécie Humana – como Indivíduo ou Grupo Social – vive diretamente relacionada com a Geografia e a História – o espaço e o tempo.”
A Parapsicologia, como a Ciência dos Fenômenos Paranormais, visa, pois, encontrar instrumentos e estratégias que ajudem os indivíduos e os grupos sociais a libertarem-se das ameaças internas e externas, imaginárias e objetivas, que ameaçam à sua Sobrevivência, causas desencadeadoras da Fenomenologia Paranormal, quando perturbadora ou prejudicial.As demais Ciências

Analisando as demais Ciências, constata-se que todas elas relacionam-se com a Parapsicologia, pelo elo essencial – a Sobrevivência da Espécie.
Constatado que é a “Busca da Sobrevivência” que impele os seres humanos a agir e reagir, definindo os objetivos de suas atividades, torna-se fácil imaginar-se como ocorre o desenvolvimento científico e tecnológico, produzindo estratégias, técnicas e invenções. Por isso, a evolução científica e tecnológica – dando origem às mais diversificadas invenções e sistemas organizacionais – será tanto mais exigente, rápida e intensa sua evolução, quanto maiores e mais prementes forem as necessidades de Sobrevivência presentes nos diferentes grupos sociais .
As pessoas que atuam na área do mundo científico e tecnológico estão cientes de que as guerras sempre desencadearam significativa evolução científica e tecnológica, visando responder às prementes necessidades de sobrevivência, tanto para combater os inimigos quanto para se defender deles.
Nos períodos de guerra sempre houve significativa evolução científica e tecnológica. Os resultados dessa evolução obtidos durante as guerras, depois vão se incorporar a vida das sociedades, qualificando o seu conforto e bem-estar.

Geografia e o Despertar Científico

Pode-se, afirmar que a Geografia é a primeira ciência a ser estudada pela Espécie Humana desde os primórdios de sua História. Sim, a primeira descoberta científica realizada pelos seres humanos, foi “localizar onde encontrar alimentos necessários à sua Sobrevivência”.
Onde, refere-se a Lugar. Para “descobrir o lugar onde está um alimento – água, fruta ou caça – é preciso desenvolver conhecimentos de direção, localização e como chegar lá. Para “chegar lá”, faz-se necessário definir e abrir caminhos, o que implica em conhecimentos de relevo e topografia, bem como da produtividade de cada espaço. Tudo isso, relaciona-se diretamente com a Geografia.

História na Evolução Científica

As experiências de sucesso e fracasso, na conquista dos bens necessários à Sobrevivência dos indivíduos e do grupo social, relatadas de geração em geração, vão se constituindo em lições de vida para as novas gerações. E, gradativamente, estruturam-se os conhecimentos que farão parte da História do Povo.
Na medida em que um povo ou uma nação cresce e organiza-se, mais a História torna-se complexa e diversificam-se os enfoques, como à História Religiosa, Econômica, Política…
E, segundo um povo ou uma nação estabelece contato com outros povos, avançam os conhecimentos geográficos e amplia-se a Visão Histórica da Espécie Humana.

Sociologia

Na mesma proporção em que cresce o número de pessoas que integram o mesmo grupo social, ampliam-se as necessidades de Organização, definindo papéis, tarefas e funções, desenvolvendo-se – gradativamente – estruturas cada vez mais complexas, inclusive uma Estrutura Hierárquica Funcional (ou de Poder), sustentada por costumes, normas e leis.
O menor grupo social, organizacionalmente estruturado, é o da Família, que evolui para o Clã e a Tribo, o Povo, a Nação…
À medida que cresce a Sociedade, tanto em número de indivíduos, quanto em Estrutura Organizacional, surgem outras necessidades e novas ciências: contábeis, jurídicas, políticas…

O Direito

Na medida em que se distribuírem as tarefas entre as pessoas que integram o Grupo Social, definem-se Deveres e Direitos, estabelecendo-se normas e leis. E surge a Organização Jurídica, fundamentada nos direitos naturais dos mais frágeis, especialmente as crianças, e os deveres dos mais fortes, os adultos.
Segundo as dificuldades impostas pelo meio geográfico na conquista dos bens necessários à Sobrevivência (alimentos, agasalhos, moradia e transporte), mais surgem as necessidades de descobrir meios que facilitem a conquista e o armazenamento desses bens, em decorrência dessas necessidades e da busca de novos meios.
Para fabricar instrumentos e equipamentos, realizam-se as descobertas científicas que irão dar origem à Biologia, à Física, à Química e à Comunicação, e tantas outras ciências derivadas dessas que irão fundamentar Estratégias, Técnicas e Inventos.

Ciências e a Parapsicologia Independente do SISTEMA GRISA

O SISTEMA GRISA fundamenta suas atividades dentro de uma visão prática, objetiva, clara e direta, visando dar sua contribuição para o bem-estar e a felicidade dos seres humanos por meio da Orientação Parapsicológica que possui como objetivo maior Programar e Reprogramar o Subconsciente. Por isso, é essencial ao Orientador em Parapsicologia do SISTEMA GRISA, ter uma noção clara da Relação Direta existente entre as diferentes Ciências desenvolvidas pela Espécie Humana e as necessidades de Sobrevivência.
É preciso, pois, sempre observar quais foram as facilidades e dificuldades da pessoa e do Grupo social, que integrou e integra desde o histórico da família e dos antepassados, bem como de sua gestação e nascimento até o momento presente.
Conhecimentos de Geografia e História e demais ciências correlatas, são indispensáveis ao Orientador em Parapsicologia, afim de facilmente perceber um rol significativo de possíveis programações registradas no Subconsciente das pessoas que vivenciam Fenômenos Paranormais ou que buscam o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal.
Contudo, lembrem sempre, pioneiros do SISTEMA GRISA, que esses conhecimentos devem ser sempre “desfrescurizados” de sofisticações inúteis e cientificismos enciclopédicos, distantes ou distanciados da realidade cotidiana, prática e funcional.
Enfatizando ainda que “todo processo científico é regido pela pergunta: como funciona?”.
Amigos, funcionem sempre com a cabeça iluminada pela estrela de seu grande ideal, mas com os pés firmes no chão da realidade objetiva e as mãos prontas para comunicarem-se com o mundo que os rodeia de forma clara, direta e objetiva, cientes de que todas as pessoas são maravilhosas e boas, mas que podemos dar a nossa contribuição e colaboração com muitas delas visando aperfeiçoar o funcionamento de seu Subconsciente, pelo método de Programação e Reprogramação Mental.

Dr. Pedro A. Grisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.